Carrinho

O pensador americano Davi Bly afirmava que “querer ser bem-sucedido sem trabalhar duro é como colher sem plantar”, ou seja, impossível. E quando nos referimos a trabalhar, e trabalhar duro, nos remetemos a milhões de pessoas espalhadas pelo mundo, as quais verdadeiramente fazem aconteceristo é, plantam dia a dia e possibilitam que o mundo colha. 

 

Olha só, graças às mãos e mentes dos trabalhadores é que podemos perceber o mundo crescer, evoluir e se desenvolver. Cada detalhe percebido e utilizado por nós, passaram pelas mãos de um profissional. 

 

Infelizmente vivemos em um mundo de piloto automático, onde dias passam despercebidos, situações passam despercebidas, trabalhos passam despercebidos, inclusive o seu. Vou além, talvez nem mesmo você perceba a grandeza, a importância e a beleza do seu próprio trabalho. 

 

Mas ele existe e ele faz parte deste processo de evolução em que vivemos, pois a cada dia somos melhores e plantamos de uma forma mais eficiente e excelente nosso próprio trabalho. 

 

E perceba que se pararmos e analisarmos, iremos perceber que, de uma forma ou outra, nascemos com alguma chance ou oportunidade, talvez uns com maiores probabilidades que outros, mas o que irá prevalecer será a escolha de nos tornarmos “diferentes e melhores”.   

 

E isso passa pelo desejo interno de nos superarmos, sermos os melhores, acima da média. Simplesmente de sermos diferentes e querermos melhorar o nosso próprio desempenho a cada dia. 

 

O americano, professor de história da Universidade de Princeton já dizia que “a vida é sobre criar impacto, não uma renda”. Talvez essa possa ser a grande diferença que citei acima. A grande diferença de criar impacto, de ser sua melhor versão todos os dias. O resultado? Grandes obras, grandes plantios, grandes realizações, grandes conquistas e grande reconhecimento. 

 

Sim, pois hoje reconhecemos aqueles que fazem acontecer, aqueles que impactam positivamente e nos fazem ir além. São milhares de profissões e bilhões de profissionais. Com certeza, alguns “diferentes e fazendo a diferença” mais que outros. Mas todos em seus postos e com suas responsabilidades, contribuindo para construir e entregar o melhor de suas expertises e “obras” que melhoram vidas, salvam vidas, impactam vidas, facilitam vidas, possibilitam termos e sermos. Profissionais que criam melhorias, descobrem novos caminhos, dão sentido a outros.  

 

Temos profissionais que nos ensinam, nos formam, nos protegem, nos cuidam e nos defendem. Temos os que nos orientam, os que embelezam nossa cidade e os que cuidam para que sejam limpas e habitáveis. 

 

São milhões de “diferentes”, onde cada qual entrega sua participação numa soma incrível, a qual nos possibilita termos condições de vivermos, multiplicarmos e sermos mais felizes. 

 

Então trabalhador, quero parabenizá-lo e quero agradecer imensamente a sua entrega todos os dias. Quero agradecer por sua existência e simplesmente agradecer por você “fazer acontecer”. Que seria se você não existisse? Que seria se nós não existíssemos, pois também sou um trabalhador e me incluo. 

 

E por me incluir, procurar fazer diferente e fazer acontecer, quero compartilhar sobre a grande escolha que fiz, lá atrás, para minha vida e para minha carreira; um dia eu parei e percebi que o trabalho é qualquer coisa que somos obrigados a fazer, porém orgulhar-se, divertir-se e realizar-se é quando se faz qualquer coisa que o corpo não se sinta OBRIGADO A FAZER. Em outras palavras, fazer não mais por obrigação, mas por paixão e realização. 

 

Chuck Coonradt dizia que “as pessoas se dispõem até pagar pelo privilégio de suar a camisa se for para fazer algo que gostam, mas nem sempre se esforçam tanto quando elas são pagas para dar duro e fazer o que não gostam”.  

 

Pense, mensure, orgulhe-se e continue FAZENDO ACONTECER! 

 

 

Parabéns e gratidão. 

 

Por: Andeerson Karkow

Master Coach – Presidente do Instituto Despertando Talentos.

01 de Maio de 2021

X